dezembro 30, 2007

Vencedores Por Cristo - Louvor 1 e 2



01 - Louva a deus
02 - Enquanto oramos
03 - Consagração
04 - Salmo 108
05 - Buscai primeiro
06 - O deus que te guarda
07 - Pai eu te adoro
08 - Minha paz vos dou
09 - Pai de amor
10 - Faze-me chegar
11 - Mente e coração
12 - Glória para sempre
13 - Então se verá
14 - Exaltar-te-ei / levantai, ó portas
15 - Rendei graças
16 - Deus está presente
17 - Se tão somente
18 - Bendizei ao senhor
19 - Meu coração
20 - Para o louvor da sua glória
21 - Salmos De Louvor
22 - Vaso Novo
23 - Hosana
24 - Jerusalém
25 - Ao Que Está Sentado
26 - Louva Deus

Vencedores Por Cristo - Louvor III e IV



01 Salmo 96
02 Salmo 150
03 Salmo 131
04 Salmo 40
05 Salmo 23
06 Salmo 103
07 Salmo 115
08 Salmo 98
09 Salmo 106
10 Salmo 100
11 Salmo 118
12 O Meu Louvor
13 Resplandeceu
14 A Começar Em Mim
15 Como Ribeiros
16 Enche-Me Espírito
17 Salmo 86
18 I Crônicas 29 11-13
19 Bom É Render Graças
20 Em Amor, Por Mim
21 Em Nome Do Senhor Jesus
22 Benção Apostólica
23 Salmo 103 (Incidental)

http://www.mediafire.com/download/secq33y8q6x6nyb/Louvor+III+e+IV.rar



**Atenção** Filme Ateu Para Crianças


Em dezembro estréia um novo filme para crianças intitulado "The Golden Compass" (A Bússola de Ouro). Este filme já foi descrito como "ateísmo para crianças" e é baseado no primeiro livro de uma trilogia intitulada "His Dark Materials" escrito por Phillip Pullman.Pullman é um ateísta militante e humanista secular que despreza C.S. Lewis e as "Crônicas de Nárnia". Sua motivação por escrever esta trilogia foi contrapor-se aos simbolismos de Cristo que Lewis retrata na série de Nárnia.É claro que o objetivo principal de Pullman é atacar o Cristianismo e promover o ateísmo. Pullman deixou claras suas intenções quando disse numa entrevista em 2003 que "meus livros tratam de matar a Deus". Ele afirmou que quer "matar a Deus na cabeça das crianças". Tem sido dito a respeito de Pullman que ele é "o escritor que os ateístas vem rezando por ter, se os ateístas rezassem". Enquanto o filme "The Golden Compass" é mais suave e inocente, os livros são muito diferentes. Na trilogia, uma jovem, com vivência das ruas, se envolve numa luta épica para derrotar as forças opressivas de um Deus senil.Outro personagem, uma ex-freira, descreve o Cristianismo como "um erro convincente e muito poderoso". No último livro, personagens representando Adão e Eva eventualmente matam a Deus que é chamado de Yahweh. Cada livro piora progressivamente de acordo com o ódio de Pullman a Jesus Cristo.O filme "The Golden Compass" deve estrear em 7 de dezembro (nos EUA) durante a época de Natal, (estrelando Nicole Kidman), e deverá ter forte publicidade. As pessoas promovendo este filme esperam que os pais, sem suspeitar do conteúdo, levem seus filhos para assisti-lo. Esperam que as crianças gostem e que queiram comprar os livros para o Natal.Por favor, considerem um boicote ao filme e livros.Peço que passem esta informação a todos seus conhecidos (inclusive nas Igrejas). Isto ajudará a educar os pais sobre o conteúdo deste filme.E atenção: o filme já está passando no Brasil.

dezembro 19, 2007

Humildade - A Beleza da Santidade


O orgulho é a raiz de todo pecado e mal; é a porta, o nascimento e a maldição do inferno. Quem está disposto a voltar à humildade que Cristo ordenou para Seus discípulos?
Andrew Murray (1828-1917) percebeu que somente habitando em Cristo é possível haver vida cristã. Por isso, ele foi comissionado pelo Senhor para apresentar ao Seu povo a urgente necessidade de se buscar uma vida cristã profunda. Isso levou-o a escrever mais de 250 livros e numerosos artigos, enfatizando a consagração integral e absoluta a Deus, a oração e a santidade. Como um gigante em teologia bíblica conservadora, empenhou-se pela educação teológica dos pastores de sua época, opondo-se ao liberalismo.
O livro Humildade: A Beleza da Santidade é considerado um dos maravilhosos clássicos da literatura cristã, a essência do ministério de Andrew Murray.





dezembro 12, 2007

O Mensageiro Da Cruz






A cruz ocupa o centro da vontade de Deus. Somente por meio da cruz será realizado o propósito eterno de Deus para seu Filho unigênito e também para a igreja. Cristo veio a nós pelo caminho da cruz e a menos que aceitemos a cruz objetivamente, isto é, a obra consumada por Cristo no Calvário, e, subjetivamente, a operação do Espírito Santo em nós, não teremos mensagem para entregar ao mundo e não seremos dignos de ser mensageiros da cruz.
Neste volume, o quinto de T.S. (Watchman) Nee, publicado por Editora Vida, o autor mostra que a fonte de todas as coisas espirituais encontra-se ao pé da cruz e insta-nos a experimentar o conhecimento verdadeiro de nós mesmos, ainda que isso signifique a divisão do espírito e da alma, já que a raiz de todos os pecados é a vida decaída do ego.
Digitalizado por Luis Carlos

John Wycliffe


John Wycliffe: “O amor de Cristo nos constrange”

por

Pr. Franklin Ferreira



Uma igreja em declínio

Durante o século XV houve algumas tentativas de reforma da igreja, mas esta reforma não era dirigida contra as questões doutrinárias, mas mais contra a vida religiosa na prática, em particular contra os abusos presentes na igreja medieval. Ao mesmo tempo, houve outro movimento de reforma muito mais radical, que não se contentava em atacar questões referentes à vida e aos costumes, mas queria corrigir também as doutrinas da igreja, ajustando-as à mensagem do evangelho. Entre os que seguiram este caminho, os que mais se destacaram foram John Wycliffe e Jan Huss (1370-1415). Wycliffe viveu durante a época do “cativeiro babilônico” do papado (quando o papado foi estabelecido em Avignon, na França), e no início do “Grande Cisma” (que começou em 1378, quando dois papas rivais tentaram exercer autoridade sobre a igreja). Estes homens prepararam o caminho para a reforma protestante do século XVI.

A época em que Wycliffe viveu era caracterizada pela incerteza e pressões comuns à nossa época. A “peste negra” varreu a Inglaterra e a Europa e, em alguns lugares, um terço da população foi morta. O que ficou conhecido como a “Guerra dos Cem Anos” entre a Inglaterra e a França minou energias e recursos. A igreja possuía mais de um terço das terras da Inglaterra. O clero era normalmente inculto e imoral. Altos cargos na igreja eram comprados ou dados como favores políticos. Aos ingleses desagradava enviar dinheiro para um papa em Avignon, que estava sob influência do inimigo da Inglaterra, o rei da França. O controle dos salários relegava os pobres a uma existência marginalizada e conduziu à violenta Revolta dos Camponeses na Inglaterra, em 1381.


Um erudito cristão

Sabemos muito pouco da juventude de John Wycliffe, que nasceu em cerca de 1328, em uma rica família inglesa, em Hipswell, no Condado de Yorkshire. Parece que ele teve uma infância típica em uma pequena aldeia da Inglaterra, e uma juventude dedicada quase exclusivamente ao estudo. Ele começou sua vida acadêmica aos treze anos, indo estudar na Universidade de Oxford, no Balliol College. A Universidade de Oxford tinha alcançado grande reconhecimento, tendo sido considerada por muitos como a principal universidade na Europa. Tristemente, naquela época, em lugar de estudar as Escrituras, os homens gastavam o tempo estudando filósofos como Tomás de Aquino (c. 1224-1274) e John Duns Scotus (1265-1308). Porém havido um homem realmente cristão que era professor no Balliol College. O nome dele era Tomás de Bradwardine (falecido em 1349). Ele estava terminando sua carreira aproximadamente ao mesmo tempo em que Wycliffe estava começando a sua. Bradwardine estava pronto aceitar o que Deus tinha revelado em sua Palavra. Ele viu o caminho que outros perderam. Ele ensinou a verdade do Evangelho que Deus salva os homens de seus pecados por meio de sua livre graça. Luz começou a raiar na Europa por causa deste grande homem.

Wycliffe continuou seus estudos, financiando-os de uma forma duvidosa, mas de modo muito comum em sua época – aceitou um ofício pastoral e o salário atribuído a ele, mas sem cumprir suas obrigações. Isto possibilitou continuar sua carreira acadêmica em Oxford, recebendo seu doutorado em 1372, quando se tornou um dos mais brilhantes teólogos e filósofos de sua época.

Wycliffe saiu da universidade em 1371, para se colocar a serviço da coroa, ajudado pelo poderoso John de Gaunt, o Duque de Lancaster, filho de Eduardo III. Gaunt foi o governante de fato da Inglaterra, entre 1377 a 1381, depois da morte do pai, enquanto Ricardo II não tinha idade suficiente para reinar. Na época, havia tensões entre o trono inglês e o papado romano, particularmente com referência a certos impostos que o papado estava exigindo da Inglaterra. Wycliffe saiu em defesa da coroa, atacando a teoria que dizia que o poder temporal (estatal) se origina do espiritual (eclesiástico). Ele participou também de uma embaixada em 1375, em Bruges, na Bélgica, em que discutiu com os legados do papa os pontos em debate. Parece que sua lógica inflexível, aliado a sua falta de senso da realidade política, tornava-o pouco apto para o serviço diplomático, e por isto ele não voltou a ser enviado em missões semelhantes. A partir de então ele foi usado principalmente como um polemista demolidor, que o estado inglês empregava contra seus inimigos da igreja.

Este debate em que se envolveu, somada ao escândalo do “Grande Cisma”, o conduziu a posições cada vez mais ousadas, atacando não apenas o papa e os poderosos senhores da igreja, mas também os poderosos do estado. Em seu entendimento, assim como o poder espiritual tinha seus limites, o temporal também os tinha. Ele também argumentou que apenas o governante piedoso pode exercer a autoridade corretamente, e que governantes ímpios não tem autoridade legítima – sejam eles nobres, reis ou papas. Por causa disto, os nobres que antes o apoiavam foram se separando dele, deixando-o cada vez mais só.


Um crítico da Igreja

Wycliffe então voltou para a Universidade de Oxford, onde tinha muitos seguidores e admiradores. Mas também ali o cerco se fechava. Ele tem sido chamado de a “estrela da manhã da Reforma”, porque audaciosamente questionou a autoridade papal, criticou a venda de indulgências (a qual supostamente libertava as pessoas do castigo do purgatório), falou abertamente contra a hierarquia eclesiástica e negou a realidade da transubstanciação – a igreja romana dizia que a substância do pão e do vinho é mudada em corpo e sangue de Jesus Cristo durante a missa. Ele entendia que a substância dos elementos era indestrutível e que Cristo estava apenas espiritualmente presente no sacramento. Em suas palavras, “quando vemos a hóstia não devemos crer que ela própria é o corpo de Cristo, mas que o corpo de Cristo está sacramentalmente escondido nela... A nós cristãos é permitido negar que o pão que consagramos é idêntico ao corpo de Cristo, embora seja ele um sinal eficiente dele... [Aqueles que identificam] falham em distinguir entre a figura e a coisa figurada e em considerar o significado figurativo... O receber espiritual do corpo de Cristo consiste não num receber corpóreo, no mastigar ou tocar da hóstia consagrada, mas no alimentar da alma de fé frutífera conforme a qual nosso espírito é alimentado no Senhor... Porque nada é mais horrível do que a necessidade de comer a carne materialmente e o beber o sangue materialmente de um homem amado [Jesus Cristo] tão claramente” (A Eucaristia 1:2, 11; 7:58; 1:15). Se adotada, a posição de Wycliffe significaria que o sacerdote não mais reteria a salvação de alguém por ter em suas mãos o corpo e o sangue de Cristo na comunhão. A posição de Wycliffe não é totalmente clara, e tem sido reclamada tanto pelos seguidores de Martinho Lutero como pelos de João Calvino.

Seus ataques contra os monges (as ordens monásticas eram comprometidas com a pobreza, mas toda a sua considerável riqueza era mantida de forma injusta, não lhes pertencendo de forma legítima), que tinham começado anos antes, lhe valeram muitos inimigos. Em 1377, o papa Gregório XI condenou John Wycliffe por seus ensinamentos e pediu que a Universidade de Oxford o demitisse. Por instigação do arcebispo de Canterbury, Simon de Sudbury, o reitor da universidade convocou uma assembléia para discutir os ensinos de Wycliffe sobre a ceia, e esta assembléia o condenou por estreita margem de votos, em 1380. Mesmo assim, muitos em Oxford ainda o defendiam, e as autoridades não se atreviam a tomar atitudes contra ele. Durante vários meses ele esteve preso em sua casa, privado da liberdade, mas com permissão para continuar escrevendo seus livros, cada vez mais agressivos. Em 1381, a Revolta dos Camponeses na Inglaterra forçou a igreja e os nobres a cooperarem entre si na restauração da lei e da ordem. Embora Wycliffe não estivesse envolvido na rebelião, aqueles que se opunham a ele alegavam que a revolta fora resultado de seus ensinos. Aproveitando-se da situação, os líderes da igreja inglesa forçaram seus seguidores a saírem de Oxford.


Tradutor das Escrituras

Por causa das pressões de um velho inimigo, William Courtenay, que era bispo de Londres, Wycliffe se retirou para a igreja paroquial de Lutterworth, perto de Rugby, em 1382. Com o passar dos anos, ele foi dando cada vez mais ênfase na autoridade das Escrituras, em detrimento da autoridade do papa e das tradições eclesiásticas. Ele entendia que as Escrituras pertencem à igreja, e por isto devem ser interpretadas dentro dela e por ela. Para ele, as Escrituras contém tudo que é necessário para a salvação, sem qualquer necessidade de tradições adicionais.

Além disto, ele acreditava que o melhor caminho para prevalecer em sua luta contra a autoridade abusiva da igreja católica era tornar a Bíblia acessível às pessoas em sua própria língua. Desse modo, poderiam ler por si mesmas acerca da forma como cada uma poderia ter um relacionamento pessoal com Deus através de Jesus Cristo – independente de qualquer autoridade eclesiástica. Como ele disse: “As palavras de Deus darão aos homens nova vida mais do que as outras palavras lidas por mero prazer. Oh, maravilhoso poder da Divina Semente que vence homens fortes e armados, amacia os corações duros e renova e transforma em homens piedosos aqueles que tinham sido brutalizados pelos pecados, e se afastaram infinitamente de Deus. Obviamente tal miraculoso poder nunca poderia ser operado pelo trabalho de um sacerdote, se o Espírito da Vida, e a Eterna Palavra, acima de qualquer outra coisa, não operassem”. Em 1382, atacou a autoridade do papa, dizendo num livro que Cristo e não o papa era o chefe da igreja. Afirmou que a Escritura e não a igreja era a autoridade única para o crente e que a igreja romana deveria se modelar segundo o padrão da igreja do Novo Testamento.

Em Lutterworth, Wycliffe e alguns de seus antigos alunos, completaram a tradução do Novo Testamento por volta de 1380 e o Antigo Testamento em 1382. Enquanto Wycliffe concentrava seus esforços no Novo Testamento, um de seus amigos, Nicolau de Hereford, trabalhava sob sua supervisão na tradução do Antigo Testamento. Wycliffe e seus companheiros, por não conhecerem o hebraico e o grego originais, traduziram o texto do latim para o inglês – usando a tradução latina de Jerônimo, escrita à mão a mais de 100 anos. Um dos amigos mais chegados de Wycliffe, John Purvey (c. 1353-1428), continuou a obra de Wycliffe, lançando, em 1388, uma revisão de sua tradução. Purvey era um erudito, e seu trabalho foi muito bem recebido por sua geração e pelas que se seguiram. Menos de um século depois, a edição revista de Purvey havia substituído a Bíblia inicial de Wycliffe. Eles foram os primeiros ingleses a traduzir toda a Bíblia do latim para o inglês.

Outros de seus escritos, além dos seus trabalhos sobre os problemas da Igreja e do Estado, incluíam tratados de lógica e metafísica e numerosos livros e sermões teológicos. Em um sermão intitulado “O amor de Jesus” ele expressa de forma comovente seu amor por Cristo, que o constrangeu a se lançar à obra de reforma da igreja: “A não ser que um homem seja primeiro purificado por provações e tristezas, ele não pode alcançar a doçura do amor de Deus. Oh, tu amor eterno, inflama minha mente para que eu ame a Deus, que incendeie tudo, menos o Seu chamado. Oh, bom Jesus! Quem mais poderia me dar o que sinto de Ti. Agora, Tu deves ser sentido, e não visto. Entra nos mais íntimos recessos da minha alma; entra no meu coração e enche-o completamente com Tua claríssima doçura; faze com que minha mente beba profundamente do forte vinho do Teu doce amor; pois somente Tua presença é para mim consolo ou conforto, e só Tua ausência me deixa entristecido. Oh, Tu, Santo Espírito, que sopras onde queres, entra em mim, atrai-me a Ti, para que eu possa desprezar e ter em nada em meu coração todas as coisas deste mundo. Inflama o meu coração com o Teu amor que para sempre arderá sobre o Teu altar. Vem, eu te imploro, doce e verdadeira alegria; vem doçura tão desejável; vem meu amado, que és todo o meu conforto”. Esse amor deveria ser uma força impulsora para todos os cristãos hoje.


Precursor da Reforma

E foi também por este amor que, em pouco tempo, o país se viu invadido pelos “lolardos”, ou “pregadores pobres”. Vários dos seus discípulos se dedicaram a divulgar suas doutrinas entre o povo, ainda durante a vida do mestre de Oxford. As doutrinas dos “lolardos” eram claras: A Bíblia deveria ser colocada à disposição do povo em seu próprio idioma. As distinções entre o clero e os leigos, com base no rito de ordenação eram contrárias às Escrituras. Clérigos injustos deveriam ser desobedecidos. A principal função dos ministros de Deus deveria ser pregar, e eles deveriam ser proibidos de ocupar cargos públicos, pois “ninguém pode servir a dois senhores”. Além disto o celibato de sacerdotes e monges era uma abominação que produzia imoralidade, aberrações sexuais, abortos e infanticídios. O culto às imagens, as peregrinações, as orações em favor dos mortos e a doutrina da transubstanciação eram pura magia e superstição.

Os “lolardos” incluíam estudantes da Universidade de Oxford, pequenos proprietários e muitos pobres das áreas rurais e urbanas. A igreja romana, através de uma declaração apoiada pelo Parlamento, em 1401, passou a perseguir e castigar com a pena de morte a pregação dos “lolardos”. Alguns estudiosos acham que esta perseguição foi eficaz na destruição do movimento até o fim do século XV. Outros argumentam que a influência deste grupo foi preservada em certos lugares e inspiraram a Reforma no século XVI. Mas a influência de Wycliffe foi muito mais forte na Europa continental. O casamento de Ricardo II, da Inglaterra, com Anne da Boêmia, firmou vínculos espirituais com a Boêmia (atual República Tcheca). Pela influência da rainha, os trabalhos de Wycliffe foram levados para a Boêmia, onde Jan Huss foi grandemente influenciado por eles. Suas idéias foram levadas para este país através de estudantes tchecos que estudavam na Universidade de Oxford (entre eles, Jerônimo de Praga), lançando os fundamentos dos ensinos de Huss. Através de sua influência na Boêmia, Wycliffe realmente foi um precursor da Reforma protestante.

Wycliffe continuou escrevendo até sua morte, no Natal de 1384, em conseqüência de um derrame cerebral. Já que faleceu estando em comunhão com a igreja, protegido da fúria da igreja por seus amigos ligados à nobreza, ele foi enterrado em terreno consagrado. Mas sua influência continuou tão forte que os ensinos de Wycliffe foram formalmente condenados, no concílio de Constança (1414-1418), trinta anos mais tarde. Ordens foram dadas para que seus escritos fossem destruídos, desenterraram seus ossos, queimaram-nos e lançaram suas cinzas no rio Swift. De qualquer maneira, as autoridades pensaram que, ao queimar seus restos mortais, eles poderiam apagar sua memória. Mas tais ações não poderiam parar a fome pela Palavra de Deus e pela verdade.

Como disse o historiador Thomas Fuller: “Eles queimara seus ossos até às cinzas / e as lançaram na correnteza, / um riacho próximo que corria velozmente. / Assim o riacho levou as cinzas para o Avon, / o Avon para o Severn; o Severn para os mares estreitos; / e eles para o oceano. E assim as cinzas de Wycliffe são o emblema da sua doutrina / que agora está espalhada para o mundo todo”. Uma grande organização evangélica missionária, fundada em 1942, recebeu seu nome, e, em cooperação com outros ministérios semelhantes, os tradutores da “Associação Wycliffe para Tradução da Bíblia” (Wycliffe Bible Translators) almejam traduzir a Bíblia para cada uma das 2.500 línguas restantes sobre a Terra que não têm as Sagradas Escrituras.


Sobre o autor: Franklin Ferreira (Bacharel em Teologia, Mestre em Teologia, Bacharelando em Educação e Doutorando em Teologia) é professor de teologia sistemática no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, no Rio de Janeiro, e na Escola de Pastores, em Niterói.

A Cruz - Watchman Nee



A cruz estabeleceu um novo princípio no universo. Ela é a base de um novo relacionamento entre Deus e o homem.

Os que conhecem a Deus precisam conhecer a cruz, conhecer e experimentar seu valor e poder conhecer profundamente o quanto ela significa para Deus. É impossível servir ao Senhor e não permitirmos que Sua cruz realize em nós uma profunda obra.

Neste livro, Watchman Nee mostra por que ainda hoje, quase dois mil anos depois da morte de Cristo, podemos experimentar a cruz. Além disso insiste em que aquele que prega a cruz deve primeiramente experienciá-la, para que suas palavras possam levar outros a buscar experiência com a cruz.




dezembro 09, 2007

Provai os Espíritos – Uma Análise Reformada do Pentecostalismo
Prof. David J. Engelsma

O crente está “em Cristo”, Cl. 2:10. Cristo habita em nosso coração
pela fé, Ef. 3:17, de forma que mediante o poder da nossa fé recebida de
Deus, somos possuidores de todas as bênçãos espirituais da salvação. Como
tal, somos completos nele. Possuindo a plenitude de Cristo, possuímos a
plenitude do Espírito de Cristo, através do poder de quem somos capacitados
a viver uma vida santa.
Tal é a confissão da fé Reformada!
O panfleto está dividido em três capítulos:
Capítulo 1 – A Resposta Reformada aos Apelos Bíblicos
Básicos do Pentecostalismo.
Capítulo 2 – Um Teste Reformado do Espírito do
Pentecostalismo; e terminamos, apropriadamente,
respondendo à pergunta sobre o que é a vida cristã
normal, regular, na…
Capítulo 3 – Visão Reformada da Vida Cristã.
Possa o Senhor nos guardar fiéis à sua verdade, nos ensinando a viver
vidas que sejam vividas no poder vivificador da sua Palavra.

Como Orar



Este volume - Como Orar - contém o texto Uma Singela Forma de orar, para um bom amigo, escrito por Martim Lutero em 1535.
Como Orar é um exercício de oração para a devoção doméstica.




Milagres




"O principal milagre professado pelos cristãos é a Encarnação. Os milagres não se relacionam com uma série de incursões independentes na Natureza, mas com as várias fases de uma invasão estrategicamente coerente uma invasão que busca uma conquista completa, a ocupação de todos os espaços. A adequação e, portanto, a credibilidade de milagres específicos dependem de sua relação com o Grande Milagre."

Conforme declaração do escritor irlandês, o propósito deste livro é servir de introdução à pesquisa histórica, e não examinar as evidências históricas dos milagres cristãos. Seu objetivo é "levar os leitores a fazer isso".

Nesta obra comovente e inspirada, C. S. Lewis destaca-se por seu estilo entusiástico, lúcido e inteligente, que lhe é característico, e pela capacidade argumentativa com que leva o leitor crédulo ou cético a refletir a respeito do sobrenatural.

Sermões e Devocionais - Charles Spurgeon


Uma seleção de sermões, estudos e devocionais.

dezembro 07, 2007

Filme cristão foi censurado nos EUA

Desafiando Gigantes, produção evangélica, foi censurado por ser evangelístico


A Associação de Cinema dos EUA, responsável por fazer a classificação etária de cada produção exibida no país, resolveu dar a um longa-metragem produzido por membros de uma igreja batista americana o selo PG, que significa que menores só podem assistir acompanhados dos pais. A explicação: “Desafiando os gigantes” ("Facing the Giants") é evangelístico demais.

Rodado e estrelado por membros da Sherwood Baptist Church em Albany, conta a história de um treinador de futebol americano decadente em busca da vitória nos campos e na vida. Bem água-com-açúcar. Mas levou o carimbo PG, o que assombrou os produtores. "A Associação justificou que o filme tinha mensagens fortes de uma religião e isso poderia ofender os praticantes de outras crenças", desabafa Kris Fuhr, vice-presidente de Marketing da Provident Films, braço da Sony Pictures.

Apesar da classificação, que limita o número de pessoas que poderão assistir ao filme, "Desafiando os gigantes" estreiou em 380 cinemas dos EUA. No Brasil, o filme foi lançado diretamente em DVD. "O curioso é que fé foi acrescentada à lista de pecados sobre os quais a Associação quer alertar os pais", ironiza Fuhr.

Fonte: Elnet

A MULHER CONTROLADA PELO ESPÍRITO



Não existe estudo mais fascinante que o dos motivos que o levam as pessoas a agirem da forma como agem, e do que o Espírito Santo pode fazer para fortalecer os pontos fracos da personalidade de uma mulher. Entretanto, desde a publicação do livro O Temperamento Controlado Pelo Espírito, da autoria de Tim Lahaye, o casal vem sendo consultado sobre a viabilidade de escreverem um livro sobre os temperamentos e a vida cheia do Espírito especificamente dirigido às mulheres.

A Senhora Lahaye aceitou o repto, e agora entrega ao público uma obra muito prática, que aborda todos os estágios da vida de uma mulher; os anos de juventude e o namoro, a mulher solteira e a que trabalha, a maternidade, o repto, e agora entrega ao público uma obra muito prática, que aborda todos os estágios da vida de uma mulher: os anos de juventude e o namoro, a mulher solteira e a que trabalha, a maternidade, o divórcio, a viuvez, a menopausa e outros.

UMA VIDA COM PROPÓSITO


Qual o sentido da vida?

Você não está vivo por acaso. Muito antes de o universo ter sido criado, Deus já tinha um plano para você. E os propósitos que ele tem para sua vida vão muito além dos poucos anos que passamos neste mundo. Você foi criado para viver eternamente.

A maioria dos livros de auto-ajuda sugere que descobriremos o significado e o sentido da vida quando procurarmos dentro de nós. Mas, em Uma vida com propósitos, Rick Warren mostra que esse é o lugar errado para iniciar essa busca . Devemos começar a partir de Deus, nosso Criador. Você foi criado por Deus e para Deus e, até que compreenda totalmente essa verdade, a vida jamais fará sentido.

Este livro o ajudará a entender o maravilhoso plano de Deus para sua vida, tanto para hoje quanto para a eternidade. Uma vida com propósitos é um manual para viver no século 21 um estilo de vida fundamentado nos propósitos eternos de Deus, e não em valores culturais. Usando mais de 1.200 citações bíblicas, Rick Warren oferece sabedoria inspirada na essencia do que realmente significa viver.







Notas Sobre o Pentateuco - Êxodo


Estes estudos sobre o livro de Êxodo enfatizam de maneira muito tocante a redençãopor meio so sangue e o valor de um cordeiro imaculado - Cristo. E quando se aborda o tabernáculo, vemos que também nele cada detalhe alude a um aspecto da pessoa de Cristo.

novembro 27, 2007

Os Crimes dos Papas: Mistérios e Iniquidades da Corte de Roma



Mortes, envenenamentos, parricídios, adultérios, incestos. Será que você realmente conhece a história dos Pontífices de Roma? Há séculos, o orgulho e a ambição guiavam os que se intitulavam "representantes de Deus na Terra", trazendo fome, desgraças, massacres e submetendo os seguidores de Cristo, o povo, às mais execráveis vontades de verdadeiros tiranos escondidos sob suas vestes eclesiásticas. Naquela época, a ignorância e o fanatismo religioso obscureciam a sabedoria das nações, incapazes de julgar Política e Igreja, que impeliam às mais terríveis guerras em nome de Deus, mas cujo fim único era a sustentação de suas ambições e poder. Os Crimes dos Papas vem revelar ao público como os pactos sacrílegos entre os papas e os reis estão intimamente ligados às mais terríveis desgraças da Europa, durante os séculos dominados pela tirania e pelo fanatismo. A obra de Lachatre é um marco fundamental não somente na História da Igreja mas, principalmente, na História da Humanidade. Reconstrua a História com este livro, você vai se surpreender!




Programa que Auxilia na Afinação do Violão



Este software tem a função de auxiliar os iniciantes na afinação do violão. Para utilizar o mesmo, clique aqui para baixar o programa. Prossiga com a instalação, inicie o programa e toque a corda perto do microfone do computador, após deve-se girar a tarraxa referente á corda que deseja afinar para a direita ou esquerda conforme indicação do programa.





novembro 20, 2007

Veja meu Slide Show!

O Poder da Pressão-Watchman Nee



Sinopse

Eis um segredo espiritual pouco conhecido: Deus não responde as orações de Seu povo removendo as pressões, mas aumentando-lhes a capacidade de suportá-las e vencer os desafios. Em geral, a pressão é uma cerca protetora entre o caminho estreito para a maturidade e a proteção contra o despenhadeiro da mornidão, da ruína e do fracasso. Poder e pressão caminham juntos. A pressão gera poder. E quanto maior for a pressão sobre você, maior será o seu poder. Se você precisa de mais poder espiritual, é tempo de ler sobre essa verdade que transforma.

[ DICA] Conquista de Reis







Conquista de Reis é um épico que revive a história de um povo através da vida de Ester , uma judia, que tornou-se uma das rainhas mais corajosas de todos os tempos, enfrentando o Rei Xerxes e a própria morte para defender seu povo. O triunfo de Ester não é por causa de uma intervenção divina e sim por sua humanidade e bravura que a tornaram lenda. Mas, antes de mais nada Conquista de Reis é um filme excepcional sobre a descoberta da identidade de cada um e pergunta: de onde vem o propósito da vida?. Assista e descubra.

novembro 19, 2007

Afinador de Violão



O Afinador 3.0 é um software desenvolvido especialmente para quem está aprendendo a tocar instrumentos de corda!

O design foi criado de forma simples e intuitiva, para que o aluno afine seu instrumento (violão, guitarra, baixo, cavaquinho ou viola) facilmente. O Afinador capta o som que sai do instrumento através de um microfone, e indica, para cada corda, se o aluno deve a apertar ou afrouxar.

Com o Assistente, a tarefa torna-se mais simples ainda, através de um esquema ilustrado passo-a-passo, desde a conexão do microfone indo até o processo de afinação. O som de cada corda é tocado para que o aprendiz possa exercitar seu ouvido musical.

O Afinador 3.0 está preparado para afinar vários instrumentos como Violão, Guitarra, Baixo, Cavaquinho, Viola e Banjo! O programa já vem com mais de 30 afinações para instrumentos de 4,5,6,7,8,10 ou 12 cordas. Também permite que você crie seu próprio instrumento com afinação personalizada.




Vida Cristã Equilibrada-Watchman Nee




Sinopse
"Vida Cristã Equilibrada mostra, de maneira muito prática e simples, como viver plenamente o que ganhamos de Deus em Cristo. A vida vitoriosa, frutífera e cheia de frutos e da presença de Deus está disponível para qualquer um que queira andar sobre os dois trilhos. Estamos vivendo os últimos dias, tempos difíceis, de enganosos extremos espirituais. Por isso, Vida Cristã Equilibrada é uma obra indispensável para quem almeja viver a vida cristã normal e busca a maturidade e o serviço adequado ao Senhor. "...





[DICA] Quase Deuses


sinopse:
Nashville, 1930. Vivien Thomas (Mos Def) é um hábil marceneiro, que tinha um nome feminino pois sua mãe achava que teria uma menina e, quando veio um garoto, não quis mudar o nome escolhido. Eleé demitido quando chega a Grande Depressão, pois estavam dando preferência para quem tinha uma família para sustentar. A Depressão o atinge duplamente, pois sumiram as economias de 7 anos, que ele guardou com sacrifício para fazer a faculdade de medicina, pois o banco faliu. Thomas consegue emprego de faxineiro, trabalhando para Alfred Blalock (Alan Rickman), um médico pesquisador que logo descobre que ele tem uma inteligência privilegiada e que poderia ser melhor aproveitado. Blalock acaba se tornando o cirurgião-chefe na Universidade Johns Hopkins, onde está pesquisando novas técnicas para a cirurgia do coração. Os dois acabam fazendo um parceria incomum e às vezes conflitante, pois Thomas nem sempre era lembrado quando conseguiam criar uma técnica, já que não era médico.

novembro 14, 2007

COMO LEVAR UMA VIDA CRISTÃ NORMAL




1º Permanecer em comunhão com o Senhor diariamente e em cada momento
Deve ser uma meta de cada filho de Deus guardar e permanecer na comunhão com o Senhor diariamente e em cada momento (1 João 1:6; 2 Coríntios 13:14). Se nos faltar uma vida de comunhão com o Senhor, será extremamente difícil falar por Ele. Nossa pregação do evangelho deve ser baseada em uma comunhão contínua e fresca com o Senhor. Quando descuidamos de nossa comunhão com o Senhor por três dias, talvez devido a uma discussão com um parente, irmão em Cristo ou amigo, por exemplo, só há uma maneira de retomar a condição espiritual normal: confessando nosso pecado ao Senhor e desculpando-nos com as pessoas envolvidas. Assim, somos trazidos de volta à comunhão com o Senhor.

2º Ser uma pessoa de oração

Outro aspecto importante é ser uma pessoa de oração. Devemos orar sem cessar (2 Tessalonicenses 5:17), todo o dia. Isto quer dizer que devemos invocar o nome do Senhor. Devemos clamar: "Ó Senhor!" (Atos 7:59). Não creia que, por ser tão breve, esse gesto não seja importante para sua vida cristã. Pelo contrário, é muito valioso. Quando você estiver aborrecido, frustrado ou quando as circunstâncias não forem muito favoráveis, você pode invocar: "ó Senhor Jesus! ". Invocar o nome do Senhor, além de ser benéfico para sua vida cristã (Romanos 10:12), é um modo simples de torná-lo uma pessoa de oração.
3º Andar no Espírito mesclado
Também necessitamos aprender a andar no espírito mesclado, isto é, em nosso espírito que foi saturado com o Espírito (Gálatas 5:16; Romanos 8:4). Louvado seja o Senhor porque temos o Espírito divino! Que provisão! Quando Deus nos criou, nos deu um espírito; uma vez que o Senhor nos regenerou, Ele permanece conosco como o Espírito para ser um espírito conosco (1 Coríntios 6:17). Depois de termos um bom começo pela manhã, devemos continuar durante todo o dia andando, vivendo e fazendo tudo por esse espírito, mesclado e com ele. Em todas as situações, precisamos nos voltar a nosso espírito mesclado para saber como devemos andar e viver. Isso é fundamental para quem deseja levar uma vida cristã normal.

Com mais essas três atitudes saudáveis: permanecer em comunhão com o Senhor, ser uma pessoa de oração e andar no espírito, certamente você alcançará aquilo que sempre desejou: uma vida cristã normal.


(Texto extraído do Jornal Árvore da Vida)

A BÍBLIA E O CELULAR

Já imaginou o que aconteceria se tratássemos a nossa Bíblia do jeito que tratamos o nosso celular?

E se sempre carregássemos a nossa Bíblia no bolso ou na bolsa?
E se déssemos umas olhadas nela várias vezes ao dia?
E se voltássemos para apanhá-la quando a esquecemos em casa, no escritório... ?
E se a usássemos para enviar mensagens aos nossos amigos?
E se a tratássemos como se não pudéssemos viver sem ela?
E se a déssemos de presente às crianças?
E se a usássemos quando viajamos?
E se lançássemos mão dela em caso de emergência?

Mais uma coisa:
Ao contrário do celular, a Bíblia não fica sem sinal. Ela "pega" em qualquer lugar. Não é preciso se preocupar com a falta de crédito porque Jesus já pagou a conta e os créditos não têm fim.
E o melhor de tudo: não cai a ligação e a carga da bateria é para toda a vida.

"Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto"!
(Is 55:6)

Visão Espiritual - T. Austin Sparks



Esta obra nos revela, de forma clara e singular, que no terreno da vida espiritual com Deus existem as seguintes classes de pessoas: os que nasceram cegos e nunca viram (Jo 9); os que receberam visão, porém incompleta (Mc 8); aqueles que têm visão real e nítida, mas ainda carecem do espírito de sabedoria e de revelação para atingir uma esfera mais ampla e completa no propósito de Deus (Ef 1); e os que viram e avançaram com Deus, mas, devido ao orgulho, perderam a visão espiritual, porém com um fator adicional: eles pensam que vêem, mas estão cegos para sua própria cegueira. Esta foi a tragédia da igreja em Laodicéia (Ap 3).

T. Austin-Sparks desvenda a causa da doença do nosso tempo, da Igreja e do ministério, o resultado da perda da visão espiritual, e que somente a visão governa o início da vida cristã e seu crescimento e que ela é o segredo para o ministério abundante.

“Onde está a voz de autoridade hoje? (...) Estamos desfalecendo terrivelmente em cada área da vida, pela ausência da voz de autoridade. A igreja está desfalecendo pela ausência da voz de autoridade, ausência daquele tom profético: ‘Assim diz o Senhor!’. O mundo está desfalecendo pela ausência de autoridade, e essa autoridade está com aqueles que viram.”

Uma obra imperdível que ajudou muitos a conhecerem melhor ao Senhor e ainda surpreende a todos que a lêem!
Digitalizado por: Carlos Diniz
.
Este e-book é uma contribuição enviada por: Carlos Diniz

novembro 11, 2007

A Ditadura da Beleza e a Revolução das Mulheres - Augusto Cury



Augusto Cury retrata neste livro o cotidiano de mulheres que sofrem caladas as conseqüências de uma cruel realidade do mundo moderno - a ditadura da beleza. Apoiando-se em sua vasta experiência como psiquiatra e pesquisador, Cury dá um grito de alerta contra essa forma de opressão que vem deixando mulheres, adolescentes e até crianças tristes, frustradas e doentes. Influenciadas pela mídia e preocupadas em corresponder aos inatingíveis padrões de beleza que são apresentados, milhares de mulheres mutilam sua auto-estima - e, muitas vezes, seus corpos - em busca da aceitação social e do desejo de se tornarem iguais às modelos que brilham nas passarelas, na TV e nas capas de revistas. Ao tratar de um tema tão atual, este livro faz com que o leitor se identifique imediatamente com os personagens e sua luta por uma vida mais plena e feliz, em que cada pessoa se sinta livre para ser o que é, sem se envergonhar de sua aparência ou tentar ser igual a ninguém. Uma vida em que todas as pessoas descubram que a verdadeira beleza está dentro de nós.

Superando o Cárcere da Emoção


Neste livro, o autor, evidência que é preciso revolucionar as relações sociais. Pais e filhos, bem como educadores e alunos, dividem o mesmo espaço, respiram o mesmo ar, mas vivem em mundos diferentes. Estão próximos fisicamente, mas distantes interiormente, o que os tornam um grupo de estranhos... Fala ainda, da necessidade de estimular o desenvolvimento saudável da personalidade dos jovens, livre de drogas e outras doenças psíquicas, bem como os procedimen- tos que devem ser adotados quando um jovem já está fazendo uso de drogas. Somente o jovem que desenvolve as mais importantes funções da inteligência e aprende a proteger sua emoção nos focos de tensão, tem uma vacina segura contra o uso de drogas e outras doenças psíquicas e psicossomáticas. ?Superando o Cárcere da Emoção? interessa não apenas aos que desejam compreender com profundidade o cárcere das drogas e os segredos do funcionamento da mente humana, mas também aos que almejam enriquecer sua qualidade de vida e ser livre dentro de si mesmo. Um livro que todo mundo precisa ler, pelos motivos mais humanos e pelos motivos mais científicos. Um livro para os que almejam enriquecer sua qualidade de vida e construir um ?oásis em seu deserto?.


Dez Leis para ser Feliz-Augusto Cury


Sinopse:

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, perdas e frustrações. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. Este livro, do psiquiatra e escrito Augusto Cury, autor de Você é Insubstituível, traz uma grande lição para todos nós. Suas Dez Leis Para Ser Feliz são ferramentas essenciais para quem quer encontrar esperança na dor, força no medo e amor nos desencontros. Ser feliz é uma conquista e não obra do acaso...


Mulheres Cheias de Graça - Betty Jane Grams


Eis um livro destinado a ajudar a mulher cristã a viver o seu dia-a-dia cheia do Espírito. Betty Grams, olhando para a vida como se esta fosse um pomar, enfatiza a necessidade da frutificação. 'Tara isso devemos permanecer ligadas à videira que nos dá a vida, e esforçar-nos para impedir que ervas daninhas cresçam em nosso pomar".
Tomando a essência de cada manifestação do fruto do Espírito, a autora mostra como essa manifestação ocorreu na vida de mulheres especiais da Bíblia, e como pode, também, ocorrer na nossa.





 
Blogger Templates