abril 26, 2008

Aos Casais


"Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à Igreja" (Efésios 5:32)

Conselhos de Deus para o casamento

1. As dúvidas, dificuldades e sofrimentos no casamento têm origem em dois fatos: primeiro, não conhecer os principios de Deus; segundo, seguir o padrão do mundo.
2. Se em seu casamento há algum problema, não culpe o outro, tampouco as circunstancias; em vez disso, volte-se para Deus e dialogue com seu conjuge.
3. Se o "vinho" em seu casamento está acabando, é recomendável convidar o Senhor Jesus para ele (seu casamento). Você O convida e obtém Sua presença invocando Seu nome: "Ó Senhor Jesus!" Faça isso várias vezes, do profundo de seu ser, e você O verá operando. Ele pode transformar tudo. A Palavra do Senhor, que é Espírito e Vida, pode mudar a tristeza em alegria, trevas em luz, a morte em vida, o ódio em amor.
4. Quando argumentamos com o propósito de defender-nos, ficamos mais fortes e criamos uma fortaleza na mente, que acaba impedindo a luz de entrar e gerar humilhação, arrependimento e reconciliação. A melhor arma para vencer as argumentações e autojustificativas é buscar a presença de Deus, a aplicação da cruz a nós mesmos e a rendição.
5. Na vida conjugal você não pode fazer nada sozinho. Não pode planejar sozinho, viver sozinho, alegrar-se sozinho, chorar sozinho, resolver problemas sozinhos, criar filhos sozinho, lidar com as finanças sozinho e ser arrebatado sozinho. Casamento é mistura, união, vínculo - é viver em dupla.
6. Quando comparamos nosso conjuge com outro, geralmente olhamos os pontos positivos da pessoa que admiramos e olhamos os pontos negativos do conjuge. Podemos olhar nosso conjuge sob dois aspectos: enfatizando as deficiências ou enfatizando as virtudes; a escolha é sua e o resultado também.
7. Deus poderia impor varias coisas ao homem; afinal de contas, Ele é Deus. Mas preferiu encarnar-se, humilhar-se e conquistá-lo por amor. Que método de conquista você usa com seu conjuge?
8. Você pode livrar-se do egoísmo colocando-se no lugar do outro para entender seus pontos de vista, suas reações e procedimentos.
9. Muitos conjuges "espiritualizam" tanto seu viver que se tornam seres inatingiveis. São tão "angelicais" que se tornam superficiais, incapazes de ver as necessidades de seu companheiro. Esquecem-se de que, quanto mais espiritual alguém
é, mais humano ele se torna.
10. Quando somos transformados, as coisas podem continuar do mesmo jeito, mas a maneira de olharmos muda. De certa forma, nossa transformação atinge as coisas, circunstancias e pessoas perto de nós.
(texto do jornal árvore da vida nº 181)

Amém! Jesus é o Senhor!
 
Blogger Templates