outubro 31, 2008

O Obreiro Cristão Normal

Sinopse:WN-obreirocristao

Não havia a intenção do autor em escrever um livro quando, numa série de mensagens, expressou espontaneamente o que lhe vinha queimando o coração. Não se dirigia ele a pessoas ausentes; fazia um apelo direto aos seus colegas íntimos. Alguns destes, impressionados com o valor dessas mensagens, desejaram compartilhá-las com os seus irmãos na fé que não tiveram o privilégio de estar presentes quando elas foram proferidas. Eis a origem deste livro.
Embora as mensagens tenham sido especificamente enderessadas àqueles que se atarefam na obra do Senhor, bem pouco é dito sobre o trabalho; antes é acentuado o caráter do obreiro.
Um homem de Deus apela para homens que desejam ser verdadeiros cooperadores de Deus - não super-homens, não homens dotados de certa posição cristã; mas homens segundo a norma cristã, que através da disciplina foram postos em harmonia com a própria natureza de Deus e que, por essa razão, podem cumprir a vontade de Deus quanto ao mundo atual.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

O Homem que Deus Usa

OS-homemDeususa Sinopse:

* Quem é o homem que Deus usa?
* O que Deus pensa de mim?
* Qual é o meu alvo?

“Oswald Smith foi um instrumento usado por Deus no despertamento do mundo ocidental para a necessidade de evangelização e missões. Com sua dedicação à causa missionária, ele abriu os olhos de muitos crentes para a responsabilidade de alcançar o mundo com a mensagem do amor de
Deus. O seu lema era: ‘Teria alguém o direito de ouvir o Evangelho duas vezes, quando há tantos no mundo que não ouviram uma vez sequer?’.
“O Homem que Deus usa é fruto de uma vida ministerial exemplar, sob muitos aspectos. Ele reflete a vida de oração e consagração do seu autor. Alguns de seus capítulos são verdadeiras jóias de inspiração espiritual. Este livro contém ensinamentos e exemplos de como deve ser o homem de Deus. Portanto, é uma obra que deve estar nas mãos de todos os que desejam ser usados pelo Senhor da seara.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

O Clamor de um Desviado

Sinopse:MLJ-clamordesviado

Arrependimento é um assunto que ninguém pode ignorar. É impossível para uma pessoa se tornar cristã sem ele.
Arrependimento é também uma contínua e indispensável parte da experiência do cristão durante sua vida na terra. Ele peca diariamente e, portanto, deve se arrepender diariamente. Sem arrependimento ele nada conhecerá sobre a salvação, santidade ou alegria real na vida cristã.
Mas, o que exatamente é arrependimento e o que ele envolve?
Como posso ter certeza de que experimentei um real arrependimento e não alguma versão falsificada dele?
Como posso ser um cristão verdadeiramente feliz?
Neste impressionante estudo do Salmo 51, o Dr. Lloyd-Jones examina essas questões e outras semelhantes de uma maneira sensível, espiritual e compassiva.
Buscadores sérios, cristãos preocupados e todos aqueles que estão envolvidos em aconselhá-los, encontrarão abundância de ajuda nesta magistral exposição. É uma verdadeira mina de aplicação prática e sabedoria pastoral. É um livro cuja leitura nos humilha e nos anima.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

outubro 24, 2008

O Amor do Senhor é Incondicional !

arrependimento Você já negou o Senhor alguma vez? É provável que sim. Não negamos o Senhor apenas com palavras, mas também O negamos quando deixamos de dar testemunho Dele para nossos amigos, vizinhos e pessoas em geral. É quando nos escondemos para não ser vistos saindo de uma reunião da igreja, quando deixamos de orar nos restaurantes porque ficamos com vergonha ou quando chamamos a Bíblia que levamos de agenda. Não somos agentes secretos de Cristo, mas Suas testemunhas! A principal função de uma testemunha é falar. E essa necessidade aumenta à medida que as trevas se intensificam no mundo. Como há necessidade hoje em dia de dar testemunho do Senhor! Essa necessidade aumenta principalmente quando, cada vez menos, temos pessoas O expressando e dizendo que Ele é o Salvador do mundo. Como está seu testemunho? Ele ainda não foi abafado pela simples presença da criada, foi !? (Mateus 26:69-75).
     Depois que Pedro negou o Senhor dizendo: "Não sei o que dizes"[...],[...] não conheço tal homem[...],[...]  e começou "a praguejar e a jurar: não conheço esse homem[...]".  "Entao, voltando-se o Senhor, fixou os olhos em Pedro, e Pedro se lembrou da palavra do Senhor, como lhe dissera: Hoje, três vezes me negarás, antes de cantar o galo. Então, Pedro, saindo dali, chorou amargamente" (vs. 70,72, 74; Lucas 22:61-62). Não pode ter existido um dia pior para Pedro do que esse. Ele negou seu mestre que o amou em todas as circunstancias (João 13:1). Certamente o olhar do Senhor, de cordeiro que segue manso e silenciosamente para o matadouro, o fizeram sofrer demais. O versiculo diz que ele chorou amargamente. Possivelmente Pedro não tenha nem entendido por que agiu daquela maneira, mas é certo que ele estava se punindo e se achando o mais miseravel homem que esta terra conheceu. Talvez pensasse: "Judas traiu mas nunca disse ao Senhor que O seguiria até o fim e O amaria com todas as forças. Mas eu, eu fiz tudo diferente daquilo que prometi. Prometi amar e não amei; prometi fidelidade e não fui fiel, estou acabado!" Ele deve ter passado os três dias mais sombrios de sua vida.
     Como o tentador não deve ter tentado induzir Pedro para tomar o mesmo caminho que o traidor, Judas! Mas, graças ao Senhor pelas palavras que Ele colocou na boca do anjo: "E a Pedro" (Marcos 16:7)! Por essas palavras, vemos o quanto o Senhor é insistente nessa obra de transformação. Essas palavras cortaram qualquer possibilidade de Pedro renunciar a sua vida. Essas são as palavras do Senhor para nós. Podemos até não ser fiéis, mas Ele sempre será fiel. Deus nunca desistirá dos "Pedros"!
     Essas palavras: "E a Pedro" são a reconfirmação do contrato que o Senhor fez com ele - o contrato de que o transformaria (João 1:42). Temos aqui dois grandes contrastes: "Eu não conheço esse homem" e "E a Pedro". Por quantas vezes o inimigo não fez Pedro lembra-se do "Eu não conheço esse homem", mas quantas não foram as vezes que o Espírito o fez lembrar-se do "E a Pedro"!? Use essa arma toda vez que o inimigo vier o acusar. "E a Pedro" é a palavra de Deus para todos nós que constantemente erramos e falhamos.
     No capítulo 21 de João, vemos o último episódio do SenhorJesus com Pedro nos evangelhos. Pedro ainda estava um pouco atordoado com tudo que acontecera. Sua vida, de uma hora para outra, foi alterada. Muitas coisas aconteceram a ele desde o dia que o senhor o "demitiu" de sua ocupação de pescador. Esses últimos anos de Pedro foram demasiadamente agitados, principalmente, essa última semana: ele negou seu mestre, que foi morto, ressuscitou, apareceu a ele e desapareceu; sem falar do suicidio de Judas. Havia muitas dúvidas e incertezas no coração de Pedro. Foi nesse contexto que disse: "Vou pescar. Disseram-llhe os outros: Também nós vamos contigo. Saíram, e entraram no barco, e, naquela noite, nada apanharam" (v. 3).
     Quando Pedro disse que ia pescar, de imediato, os outros discípulos disseram: "Também nós vamos contigo". Pedro não precisou chamar os outros discípulos; eles simplesmente foram. Sem saber, estamos constantemente influenciando as pessoas ao nosso redor. Por isso devemos ter cuidado com nossas palavras e com o lugar que estamos escolhendo para ir, porque nunca falamos para o ar e dificilmente fazemos as coisas sozinhos. Sempre há alguém nos ouvindo e nos seguindo. Para onde você está levando seus irmãos em Cristo? Que tipo de influencia você está exercendo sobre eles: negativa ou positiva? Será que você não os está levando para o mesmo lugar de onde o Senhor um dia os tirou? Para o lugar de onde o Senhor nos tirou não podemos voltar mais. O Senhor tinha chamado Pedro para outra coisa: pescar homens. No dia em que Pedro foi "demitido" de sua ocupação de pescador pelo próprio Senhor, ele estava sendo admitido como pescador de homens. Mas agora Pedro estava voltando para lá e, com ele, os outros discípulos.
     Muito embora ali houvesse apenas pescadores experientes, naquela noite não conseguiram apanhar peixe algum. "Mas, ao clarear da madrugada, estava Jesus na praia"  (v. 4) e "perguntou-lhes: Filhos, tendes aí alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não" . Quando Jesus os orientou para jogar a rede à direita do barco, ao obedecerem, pescaram muitos, muitos peixes. Naquele mesmo instante, João, reconhecendo que era Jesus, "disse a Pedro: É o Senhor" (v.7). Pedro, saindo mais rápido do que os outros, mesmo tendo que ainda se vestir, chegou à praia onde já estava o Senhor, aguardando-os com peixes e pão. Que amor tem o Senhor pelos Seus discípulos! Mesmo que todos tivessem algo para ser repreendido, o Senhor em vez de fazê-lo prepara uma ceia de amor para eles! Ele ainda pede que Pedro acrescente mais alguns peixes que tinham sido apanhados. Depois de assados, o Senhor os convida a comer.
     Os discípulos ainda chocados com toda aquela cena, certamente, estavam se entreolhando e cada um esperava que outro quebrasse o silencio e dissesse alguma coisa; mas ninguem ousava dizer nada.
     Depois de tudo preparado, o Senhor começou a servi-los pessoalmente um a um. Ele tinha algo a falar mas não queria faze-lo até que estivessem todos supridos. Pedro devia estar desconfiado e envergonhado, ainda mais quando o Senhor lhe perguntou por três vezes se ele O amava mais do que tudo. O Senhor não o repreendeu por nada, senão que o comissionou mais uma vez e reafirmou, de forma indireta, que continuaria ainda aproveitando cada situação para transforma-lo: "Em verdade, em verdade te digo que, quando eras mais moço, tu te cingias a ti mesmo e andavas por onde querias; quando , porém, fores velho, estenderás as mãos, e outro te cingirá e te levará para onde não queres"(v.18).
  As duas maravilhosas cartas de Pedro são uma garantia para nós de que o Senhor alcançou Pedro e o transformou completamente. Sua vida e natureza (de Deus) foram trabalhadas nele. Louvado seja o Senhor, Aquele que nunca desiste de nós e que vai completar a obra que iniciou em cada um - a obra de transformação!


                (texto extraído do JAV nº 190 - da coluna "Sete Cestos")  

Redimidos da miséria, da enfermidade e da morte

Sinopse:KEH-redimidos

Viva livre da miséria e das doenças.
Descubra que Jesus já resgatou a humanidade de toda a maldição de Lei!

 

Fonte: Semeadores da Palavra

 

 

 

 

 

btn_download1

O Que os Cristãos Precisam Saber Sobre os Muçulmanos

DKI-sabermuculmanos Sinopse:

Quem são os Muçulmanos?
No que eles acreditam?
Como alcançá-los para Cristo?
Mais de um bilhão de islâmicos estão espalhados por todo o mundo e ainda não reconhecem a Cristo como Senhor.
Conheça sobre este povo aceite o desafio.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

 

 

btn_download1

VOCÊ FICARIA DE PÉ?

blog

Esta é uma história verdadeira que aconteceu há alguns anos, na
Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

Havia um professor de filosofia que era um ateu convicto.

Sempre sua meta principal era tomar um semestre inteiro para
provar que DEUS não existe.

Os estudantes sempre tinham medo de argüi-lo por causa da sua
lógica impecável.

Por 20 anos ensinou e mostrou que jamais haveria alguém que
ousasse contrariá-lo, embora, às vezes surgisse alguém que o tentasse,
nunca o venciam.

No final de todo semestre, no último dia, fazia a mesma pergunta
à sua classe de 300 alunos:

- Se há alguém aqui que ainda acredita em Jesus, que fique de
pé!

Em 20 anos ninguém ousou levantar-se.

Sabiam o que o professor faria em seguida. Diria:
- Porque qualquer um que acredita em Deus é um tolo! Se Deus existe
impediria que este giz caísse ao chão e se quebrasse.

Esta simples questão provaria que Ele existe, mas, não pode fazer isso!
E todos os anos soltava o giz, que caia ao chão partindo-se em pedaços.

E todos os estudantes apenas ficavam quietos, vendo a DEMONSTRAÇÃO.

A maioria dos alunos pensavam que Deus poderia não existir. Certamente,
havia alguns cristãos mas, todos tiveram muito medo
de ficar de pé.
Bem... há alguns anos chegou a vez de um jovem cristão que tinha ouvido
sobre a fama daquele professor.
O jovem estava com medo, mas, por 3 meses daquele semestre orou todas as
manhãs, pedindo que tivesse coragem de se levantar, não
importando o que o professor dissesse ou o que a classe pensasse.
Nada do que dissessem abalaria sua fé... ao menos era seu
desejo.
Finalmente o dia chegou.
O professor disse:

- Se há alguém aqui que ainda acredita em Jesus, que fique de
pé!
O professor e os 300 alunos viram, atônitos, o rapaz levantar-se no fundo
da sala.
O professor gritou:
- Você é um TOLO!!! Se Deus existe impedirá que este giz caia ao
chão e se quebre!
E começou a erguer o braço, quando o giz escorregou entre seus
dedos, deslizou pela camisa, por uma das pernas da calça, correu sobre o
sapato e ao tocar no chão simplesmente rolou, sem se quebrar.
O queixo do professor caiu enquanto seu olhar, assustado, seguia
o giz.
Quando o giz parou de rolar levantou a cabeça... encarou o jovem
e... saiu apressadamente da sala. O rapaz caminhou firmemente para a
frente
de seus colegas e, por meia hora, compartilhou sua fé em Jesus.
Os 300 estudantes ouviram, silenciosamente, sobre o amor de Deus
por todos e sobre seu poder através de Jesus.

EU ESTOU DE PÉ!!! Alguém me acompanha???

outubro 15, 2008

O Mundo Procura um Líder

Procura-se um estadista

Na hora em que os EUA enfrentam uma das piores
turbulências da história, Bush, o "pato manco", sofre
com sua falta de liderança política – e, para piorar,
ninguém parece pronto paraassumir seu lugar

especial18

A CRISE SUMIU DO DISCURSO


O presidente Bush e os operadores da Bolsa de Nova York: a crise é forte, mas, ao falar na ONU, ele mal tocou no assunto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou no plenário da Organização das Nações Unidas às 9h55 de terça-feira, subiu à tribuna e, lendo em dois teleprompters dispostos à sua esquerda e à sua direita, discursou durante quinze minutos. Criticou os "fundamentalistas do mercado", conclamou à ação os governantes dos países "no centro da crise", disse que os organismos internacionais não têm meios nem autoridade para coibir "a anarquia especulativa" e defendeu a idéia de que a ONU tente dar "uma resposta vigorosa às ameaças que pesam sobre nós". Sucedeu-lhe na tribuna o presidente George W. Bush. Com seus inelutáveis meneios de cabeça, Bush falou durante 22 minutos. Dos 31 parágrafos do seu discurso, dedicou só um e meio à crise. Disse que seu governo adotara "medidas ousadas" para conter o estrago, evitando "efeitos devastadores" na economia de outros países, e apelou ao Congresso para aprovar o seu socorro de 700 bilhões de dólares. Encerrado o discurso, Bush agradeceu, ouviu aplausos protocolares e foi-se embora, deixando atrás de si um plenário a se perguntar: então era só isso?

A crise é a maior desde a desgraça dos anos 30 do século passado. O pacote é o maior socorro financeiro da história do capitalismo. E tudo o que o líder da maior potência do planeta tem a dizer ao mundo é que tomou "medidas ousadas", cujo objetivo é conter a crise mas nem de longe tocam na sua raiz? Lula, que não é governante de país "no centro da crise", aproveitou a brecha para tirar uma casquinha. "Eu lamentei. Imaginei que o presidente Bush falaria um pouco da crise econômica, do que o governo americano pretende fazer", disse, numa entrevista posterior. O presidente da França, Nicolas Sarkozy, que discursou logo depois de Lula e Bush, tirou uma casquinha da própria tribuna da ONU. Em seu pronunciamento, Sarkozy gesticulou feito um italiano, disse que o sistema financeiro era "insano" e propôs uma cúpula mundial em novembro para discutir a regulação internacional dos mercados financeiros. A idéia é boa, mas todo mundo sabe que, em pleno terremoto econômico, há medidas mais urgentes a tomar do que ouvir longas diatribes políticas em cimeiras mundiais.

especial19

A AUSÊNCIA DE UM LÍDER


Bush, em reunião na Casa Branca com líderes partidários e os candidatos McCain e Obama: um desastre

No dia seguinte, Bush fez um pronunciamento dramático à nação e voltou a defender a ajuda bilionária aos falidos de Wall Street, sob pena de levar o país a uma "recessão longa e dolorosa". Dessa vez, seu discurso tinha 24 parágrafos. Todos sobre a crise. A atuação errática de Bush, que num dia quase ignora a crise e no outro fala dela como quem está à beira do abismo, ilustra à perfeição sua inapetência para a liderança política quando ela é mais necessária – e isso tem um preço. Se existe um líder capaz e visionário, o custo de uma crise fica menor. Mas, se esse líder não existe, como é o caso agora, nem dentro, muito menos fora dos Estados Unidos, o custo da crise aumenta. Aumentou na quinta-feira, depois de um dia inteiro de negociações tumultuadas e infrutíferas em Washington. Na Casa Branca, Bush se reuniu com líderes partidários e com os candidatos John McCain e Barack Obama para azeitar a aprovação do pacotaço de 700 bilhões, mas foi um desastre. Bush não convenceu nem seus colegas de partido. Num dos momentos mais pesados, o secretário do Tesouro, Henry Paulson, chegou a se ajoe-lhar diante da presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi, suplicando para que não inviabilizasse um acordo. "Não sou eu, são os republicanos", respondeu ela, conforme relatos publicados na imprensa. De fato, a ala mais conservadora do Partido Republicano, fiel aos princípios do livre mercado, recusava-se a aceitar tamanha intervenção estatal na economia.

E, sem líder nem bússola, a crise voltou a se agravar no dia seguinte, com as bolsas caindo diante da percepção de que Washington não se entendia. Sob o comando de um estadista, crises podem ser excelentes oportunidades para inovar e criar. Na violenta depressão dos anos 30, o então presidente Franklin Roosevelt implantou o New Deal, uma série de programas econômicos que, a um só tempo, arrancaram os Estados Unidos do atoleiro da depressão, capacitaram o país para lutar – e vencer – a II Guerra Mundial e criaram a maior democracia industrial do planeta. A capacidade de liderança faz toda a diferença, tanto no governo quanto na iniciativa privada. Em 1982, o cabeça da Johnson & Johnson, James Burke, foi confrontado com a morte de pacientes que vinham tomando Tylenol, remédio que tinha 35% do mercado americano e rendia 500 milhões de dólares por ano à empresa. Sua atuação foi tão eficiente que salvou a marca Tylenol e, em vez de diminuir ou ao menos chamuscar a reputação da empresa, conseguiu aumentá-la. O caso virou um clássico no estudo da liderança na crise.

 

especial20

A PRESENÇA DE UM LÍDER


Roosevelt: na crise, ele salvou o país, venceu a guerra e criou a maior democracia industrial

É uma coincidência infeliz que a turbulência econômica sobrevenha no momento em que os EUA são comandados por um "pato manco", apelido dado pelos americanos aos presidentes enfraquecidos pela proximidade do fim do mandato. "O pior é que este presidente, com sua popularidade em torno dos 30% há meses, é mais manco que a maioria dos patos", disse a VEJA o cientista político Charles S. Bullock, da Universidade da Geórgia. "Ele não teria meios para atuar como um líder nem que quisesse, e nem parece que queira." O dramático é que, se Bush não pode nem quer, também não apareceram outros políticos com estofo para a liderança. Obama, que voltou à dianteira nas pesquisas eleitorais, faz um diagnóstico correto da crise, mas não vai além disso. McCain desorientou-se. Suspendeu a campanha, propôs cancelar o primeiro debate presidencial, previsto para a noite de sexta-feira, e só colheu provocações segundo as quais um candidato presidencial tem de ser capaz de mascar chiclete e caminhar ao mesmo tempo.

O problema da falta de liderança política é particularmente grave num momento em que o estado começa a assumir outro papel, com uma presença muito mais expressiva na economia. Na explosão da crise, o governo americano encampou duas gigantes do financiamento imobiliário, Fannie Mae e Freddie Mac, depois desembolsou 85 bilhões de dólares para salvar a maior seguradora do mundo, a AIG, e agora quer injetar 700 bilhões de dólares no sistema financeiro – e ninguém sabe se a intervenção do governo vai parar por aí. É uma presença estatal enorme, e justamente numa economia marcadamente livre como a americana. Seria desejável que, sob o comando disso tudo, houvesse um estadista. Infelizmente, não há nem um presidente. E, para piorar, ninguém parece pronto para assumir o papel.

 

 

Fonte: Revista Veja - Edição 2080

outubro 13, 2008

.::DICAS::. A Igreja Desejável

Sinopse:1313_g

A palavra Éfeso tem um significado profundo. Ao longo desta publicação você descobrirá e desfrutará o verdadeiro significado desse nome. Você também descobrirá qual era a condição da igreja em Éfeso quando o apóstolo Paulo escreveu aos efésios.

Além disso, este livro desvenda-nos o rico conteúdo da Epístola aos Efésios e indica-nos o caminho para obtermos uma vida da igreja normal, que satizfaz o desejo do coração de Deus.

Na Epístola de Paulo aos Efésios, temos a revelação de vários aspectos da igreja. Diante de revelações tão elevadas, o próprio apóstolo orou para que Deus concedesse, aos destinatários de sua epístola, espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento Dele.

Dedicamos esta preciosa obra aos que estão buscando a igreja desejada por Deus, aos que amam o que Deus ama. Nosso desejo sincero é que seu conteúdo ajude o leitor, a desfrutar e praticar essa palavra, e assim tornar a igreja desejável, realidade nos nossos dias!

 

Adquira Aqui

Pequeno Manual de Instruções de Deus sobre o Amor

pqmanualamor Sinopse:

[Vários Autores]
Conheça o verdadeiro amor — Ele pode ser seu!
Você vai se deliciar com as riquezas e as alegrias do verdadeiro amor, celebrado em cada página deste pequeno tesouro! Ele transborda de citações apaixonadas e passagens bíblicas inspirativas que exaltam os mais elevados ideais do amor — a profunda afeição entre amigos, o empolgante amor romântico e o amor infinito e incondicional de Deus.
Você descobrirá o verdadeiro significado do amor, onde ele poderá ser encontrado, e como você poderá tornar-se uma pessoa que ame melhor e mais — a Deus, a seu cônjuge, a sua família e a seus amigos!
Fácil de ler, mas cheio de sabedoria, o Pequeno Manual de Instruções de Deus sobre o Amor celebra nossa mais importante e mais profunda emoção.
Compartilhe este livro com todos a quem você ama!

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

Calvinismo

Sinopse:AK-Calvinismo

Calvinismo: O canal em que se moveu a Reforma do século 16, enriquecendo a vida cultural e espiritual dos povos que o adotaram. O sistema que hoje a igreja cristã deve reconhecer como bíblico.

A palavra calvinismo tem vários sentidos. Em seu significado mais amplo, como se vê neste livro, o Calvinismo se refere a um sistema que alcança todos os aspectos da vida humana.
Como muitos ismos conhecidos, o Calvinismo apresenta à humanidade um conjunto de alternativas com respeito às três questões básicas da vida: Como uma pessoa se relaciona com Deus, com outras pessoas e com o mundo?
Mas, ao contrário de outros ismos, o Calvinismo obtém suas respostas da Palavra de Deus, no melhor estilo da Reforma do século 16.
Nesta edição é apresentada a relação do Calvinismo com religião, política, ciência e arte.
Um livro atual e necessário.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

O Ser de Deus e as Suas Obras: A Providência

HCC-providencia Sinopse:

Coleção Fé Evangélica - Volume 2
Deus se apresenta na Escritura Sagrada como o criador que se preocupa com aquilo que criou. Portanto, a doutrina da providência trata de todos os atos externos de Deus posteriores à criação. Somente as coisas que vieram à existência é que são objeto das obras providenciais de Deus.
Estas opera ad extra são a execução temporal e sucessiva do seu plano eterno. Este segundo volume da Coleção Fé Evangélica trata da obra providencial de Deus da forma como a Escritura a apresenta e será de grande ajuda para os que desejam conhecer melhor o seu Senhor.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

Uma chave para a felicidade

Sinopse:CEE-chavefelicidade

A dinâmica dos dízimos e das ofertas
Nesse livro estaremos tratando de uma forma mais específica e ao mesmo tempo abrangente da dinâmica dos Dízimos e das Ofertas, mas também trataremos sobre a Mordomia Cristã em geral.
Quando falamos de Mordomia Cristã, estamos falando de um assunto muito extenso e centralmente bíblico. Como a própria palavra “mordomia” já sugere, somos apenas mordomos de Deus aqui na terra. Explicaremos isso mais detidamente durante o estudo que agora iniciamos. Mesmo que não usemos muito esta expressão “mordomia”, estamos falando desse assunto da administração correta dos bens que Deus nos conferiu.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

O Andar no Espírito - O Andar no Poder

DR-andarPoderEspirito Sinopse:

A Porta Para Um Novo Mundo
Você está faminto por um caminhar mais íntimo com Deus?
Se estiver, então prepare-se para explorar um novo território que pode ajudá-lo a mudar o seu destino!
Neste livro, Dave Roberson compartilha percepções bíblicas profundas de revelação do dom de orar em línguas, a chave que abre o que nós chamamos de “a porta para um outro mundo.”

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

A Maldição do Cristo Genérico

Sinopse:cg

Teologia não se aprende no seminário

Em que consiste o objetivo da fé, do testemunho, do serviço e do ensino cristão? Eugene H. Peterson dá a resposta: viver, de maneira plena e abrangente, tudo o que sabemos a respeito de Deus.
Afinal, a teologia (entendida aqui em seu aspecto mais prático, vivo, dinâmico, e não como disciplina acadêmica e despersonalizada) está presente até nos momentos mais descontraídos.
A esta experiência contínua de desvendamento do mistério divino em cada aspecto da caminhada cristã, Peterson chama de “teologia espiritual”. Ela evita que a fé evangélica se banalize e vire apenas mais uma crença genérica.
O objetivo do autor é resgatar o conhecimento de Deus, aplicá-lo à vida comum (como faziam os primeiros cristãos) e aguçar a sensibilidade do leitor para a atuação do Criador nas experiências cotidianas.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

outubro 10, 2008

O Evangelho Maltrapilho

BM-evangelhomaltrapilhoSinopse:

O evangelho maltrapilho foi escrito para pessoas aniquiladas, derrotadas e exauridas. Pessoas que se acham indignas de receber o amor de Deus.
Quem sabe, ignoradas pela comunidade de cristãos por não se encaixarem no perfil de super-homem ou de supermulher que lhes é constantemente exigido. Pessoas cansadas da espiritualidade superficial e consumista. Pessoas que travam inúmeras batalhas interiores por não se sentirem parte de uma comunidade afetiva e acolhedora.
É um livro que escrevi para mim mesmo e para quem quer que tenha ficado cansado e desencorajado ao longo do Caminho, confessa o autor.

Franco e provocador, o aclamado filósofo e teólogo cristão Brennan Manning estréia em língua portuguesa com sua principal obra, que nos convida a depositar nossa esperança na amplitude da graça, capaz de alcançar pecadores e pobres em espírito, e de resgatar nossa dignidade original.
No mínimo, você não ficará indiferente a ela.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

 btn_download1

A Assinatura de Jesus

BM-assinaturaJesus Sinopse:

Nada é tão desconcertante e, ao mesmo tempo, mais cativante quanto a mensagem da cruz. É no caminho do Calvário que o poder da vida se manifesta de forma mais eloqüente, traduzida na simplicidade do coração humilde e compassivo. É o segredo que levou o próprio Rei Jesus a fazer a opção pela coroa de espinhos, ainda que toda a ostentação dos reinos do mundo lhe fosse oferecida. Qual a explicação para esta escolha radical? Contradição? Não. Apenas graça.
As nuances deste maravilhoso mistério são desfiadas por Brennan Manning em A assinatura de Jesus, mais uma obra com o toque de um dos mais originais pensadores cristãos da atualidade. Neste livro, o autor de O Evangelho maltrapilho e O impostor que vive em mim (publicados no Brasil pela Editora Mundo Cristão) faz uma proposição desafiadora, quase um contrato de risco: viver uma espiritualidade racional, mas que não dependa mais do intelecto do que da fé.

“Não quero a religião dura e visceral que preferiria como herói Clint Eastwood a Jesus, nem a religião especulativa que tende a aprisionar o Evangelho nos salões da erudição, tampouco a barulhenta e indulgente religião traduzida pelo apelo grosseiro à emotividade. Anseio por paixão, inteligência e compaixão numa igreja sem arrogância que acene gentilmente para que o mundo venha e desfrute da paz e da unidade que possuímos pela presença do E.S. em nosso meio - Brennan Manning.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

O Senhor do Impossível

Sinopse:thumb.asp

O que você empreenderia se estivesse certo de que o Senhor interviria para ajudá-lo?
Descubra como Deus chama e prepara pessoas para realizar o impossível e como Ele coloca o seu poder à disposição de quem aceita este desafio de fé.
Cada capítulo deste livro conduz ao Calvário e à intervenção final do Senhor do impossível. O Senhor de Abraão, Jacó, José, Moisés, Josué, Gideão, Rute, grandes reis e incisivos profetas, foi o Senhor da encarnação, da cruz, de um túmulo vazio e do nascimento do novo Israel no Pentecoste.
Deparar-se com os heróis do Antigo Testamento é encontrar-se, de um modo novo, com o Salvador do Novo Testamento.
Fé! Maravilhas se realizavam mediante o dom da fé. Esses heróis constataram que o Criador e Sustentador do Universo é o Senhor do impossível!

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

Não Desisti de Você - Volume 1

SJ-naodesisti

Sinopse:

Para aquele que conheceu a Deus e naufragou na fé…
Uma mensagem que reacende a esperança, e mostra que o desviado não é um perdido incapaz de ser restaurado, mas leva-o a voltar ao primeiro amor e começar tudo de novo.
“Conheço o autor desta obra há mais de dez anos.
Tenho visto os resultados crescentes e duradouros de seu trabalho. Não tenho dúvida de que este livro será uma bênção na vida daqueles que se encontram afastados da igreja e desviados do caminho do Senhor, mostrando-lhes de novo o amor de Jesus e o caminho de volta aos braços abertos dele.” (George R. Foster)

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

O Catolicismo Romano Através dos Tempos

Uma Análise de Sua História e DoutrinasACP-catolicismoromano

Sinopse:

Em O Catolicismo Romano Através dos Tempos — Uma Análise de Sua História e Doutrinas, Alcides Conejeiro Peres discorre sobre o catolicismo romano desde suas origens até a atualidade.
Estruturado em capítulos curtos, cujas fontes são a Bíblia (sobretudo o Novo Testamento) e obras de indiscutível fidedignidade, como as do historiador católico Césare Cantu e as do ex-padre Anibal Pereira Reis, este livro explica por que o catolicismo é um sistema mais político do que religioso.
O Autor questiona os interesses que se ocultam por trás do cerceamento da verdade e expõe os aspectos da doutrina católica que desviam os fiéis do verdadeiro Caminho, impedindo a atuação do Espírito Santo e a consequente conversão das pessoas. Os cristãos autênticos, porém, jamais se desviam dos ensinamentos do Senhor. E tais ensinamentos estão registrados ha Bíblia, o único Livro que nos revela como Deus criou o mundo e o homem, passando por sua queda no Éden, até chegar ao Elo de ligação entre Deus e o homem: o Senhor Jesus Cristo.
A finalidade desta obra é mostrar ao leitor interessado que o catolicismo está indicando aos seus fiéis um caminho que, por se ter distanciado da verdadeira doutrina cristã, de modo algum os conduzirá ao Paraíso.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

O que as palavras da cruz significam para nós

WWW-significam Sinopse:

O professor da Bíblia, Warren Wiersbe volta a sua atenção para a mensagem central da fé cristã.
Olhando de perspectiva de Jesus, Wiersbe observa como Cristo se aproximou da cruz, porque morreu nela, e o que as palavras ditas por Ele na cruz significam para os cristãos.
O Autor tenta explicar a relevância eterna da cruz para os crentes de hoje.
“A não ser que voltaremos à cruz”, “não podemos avançar em nossa vida cristã”.
O autor demonstra que uma compreensão adequada da cruz promove uma mudança radical na vida dos crentes, transformando as suas motivações, valores e alvos e libertando-os para o serviço fiel.

 

Fonte: Semeadore da Palavra

btn_download1

Eu amo você: Namoro, Noivado, Casamento & Sexo

Sinopse:JK-euamovoce

Assunto sempre atual.
Eu Amo Você aborda a sexualidade com responsabilidade e numa linguagem de quem tem experiência em lidar com temas polêmicos.
Com os ouvidos atentos à realidade do jovem cristão, o autor expõe com habilidade como a Bíblia orienta a sexualidade sadia, prazerosa e responsável. Sem rodeios e direto ao ponto.
Um livro indispensável para jovens, pais e educadores.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

Antes de dizer sim

jk-antesdosim Sinopse:

Tapa na esposa… Briga com a sogra… Mais filhos do que desejava…
Decepção no relacionamento sexual… Desquite, separação… Divórcio…
Tudo isso poderá ser evitado se os pastores planejarem usar este precioso livro, num curso para noivos em suas igrejas.
Eis aqui uma boa, excelente medicina preventiva para um verdadeiro lar cristão.
Este livro é uma obra pastoral. É um manual indispensável para o pastor, e um guia fundamental para todos aqueles que estão interessados na solução das questões afetivas e conjugais.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

Beleza em Vez de Cinzas

Sinopse:

Gênero: Cura interiorJM-belezacinzas
Recebendo Cura Emocional
Muitas pessoas parecem estar bem exteriormente, mas, por dentro, a alma está em ruínas. O passado delas despedaçou-as, esmagou-as e feriu-as interiormente. Mas elas podem ser curadas. Deus tem um plano, e Isaías 61 revela que o Senhor veio para curar o quebrantado de coração. Ele quer curar as vítimas do abuso e das feridas emocionais.
Não importa qual “fogo” de adversidade tem atuado em sua vida, você também, pode receber beleza no lugar de suas cinzas!
Adquira uma maior compreensão desta mensagem através de notas de estudo de Joyce! É tempo de fazer uma grande troca… é tempo de entregar a Deus suas dores e feridas e deixá-lo dar a você a cura e restauração que sua alma anseia e é direito seu através de Jesus Cristo. Descubra como receber a beleza de Deus para suas cinzas.

 

Fonte: Semeadores da Palavrabtn_download1

outubro 01, 2008

Sincero mas Errado

MLJ-sinceroerrado-1 Sinopse:

Este livro mostra com precisão que o homem moderno tem caído no mesmo equívoco daqueles que crucificaram Jesus - tiveram zelo por Deus, porém não com entendimento.
O autor mostra que a sociedade atual, ao exaltar o zelo e a sinceridade, tem negligenciado os fatos e o conhecimento e, em conseqüência, tem se distanciado da única verdade que pode transformar a nossa sociedade, que passa por uma grave crise moral e espiritual.
É um livro muito interessante. Analisa várias “desculpas” que as pessoas dão para não seguirem a Jesus Cristo, para não acreditarem na Bíblia, para apoiarem suas próprias convicções…
Começa cada ponto estabelecendo o ponto-de-vista humano e depois argumenta logicamente, mostrando os aspectos contraditórios, equivocados, omitidos que levam estas pessoas (às vezes, sinceras!) ao erro e, consequentemente, à perdição.

 

Fonte: Semadores da Palavra

btn_download1

Do Temor à Fé

Sinopse: dotemorafe
Estudos no livro de Habacuque. Controla Deus a história mundial?
O país estava às portas de uma invasão.
Havia ameaça de fome. Violência e injustiça social enchiam a terra. Tudo porque o povo de Deus desviara dEle. Habacuque possuia motivos de sobra para desesperar-se.
Estava Deus realmente no controle?
O profeta passava por enormes comoções pessoais e tensão emocional. Não obstante, ele pôde fazer sua grande afirmativa de fé: "Todavia eu me alegro no Senhor;... o Senhor deus é a minha fortaleza."
O Dr. D. Martyn Lloyd-Jones foi, durante muitos anos, ministro da capela Westmisnster, em londres. Exerceu um amplo ministério como pregador e escritor.

 

Fonte: Semeadores da Palavra

btn_download1

 
Blogger Templates